Na busca de um investimento mais conservador e com menos riscos, é comum que as pessoas invistam em imóveis, com o objetivo de alugá-los. Se você investe ou está pensando em começar a investir dessa forma, saiba que é possível diminuir em quase pela metade o que é pago de impostos sobre renda de aluguel.

Isso só é possível ao ter um melhor conhecimento sobre a legislação tributária, entretanto, em um país com mais de 6.000 leis que regem a forma de se pagar impostos, é bastante comum que o cidadão seja induzido ao erro e opte por um regime que lhe faça pagar mais do que deveria.

Para conhecer um pouco mais sobre como é possível diminuir a tributação sobre renda de aluguel de imóveis, continue a leitura deste texto. Vamos lá!

Como funciona o imposto sobre renda de aluguel?

Na legislação vigente, existem duas formas de calcular o quanto deverá ser pago em impostos, sendo que o que vai diferenciar o cálculo da tributação é o tipo de proprietário que o imóvel possui — sendo que uma propriedade poderá pertencer a uma pessoa física (PF) ou a uma pessoa jurídica (PJ).

Em 2017, o investidor autônomo que gerencia suas operações como PF deverá pagar um tributo de 27,5% do valor do aluguel, caso sua renda mensal esteja acima dos R$ 4.664,68. Abaixo desse valor, a alíquota é diminuída, podendo chegar até a isenção.

No entanto, caso o investidor autônomo opte em criar uma PJ e a utilize para gerenciar os seus imóveis, é possível que ele usufrua de alíquotas mais vantajosas, sendo que é cobrada uma taxa de, aproximadamente, 11,33% da renda, para receitas de até R$ 62.500,00. Acima desse valor, é cobrada uma taxa de 14,53%.

Quais as vantagens de possuir imóveis como Pessoa Jurídica?

Possuir uma empresa para gerenciar os seus imóveis apresenta outras vantagens além de pagar menor tributação. Ao possuir uma pessoa jurídica, é possível fazer o planejamento de sucessão das propriedades para os herdeiros, resultando em uma diminuição dos conflitos familiares e de gastos desnecessários.

Dessa maneira, a partir de um Planejamento Patrimonial Sucessório (PPS), os herdeiros terão direito a quotas do patrimônio e não aos imóveis propriamente ditos.

Quando gerenciar imóveis pela Pessoa Física é a melhor escolha?

Possuir uma PJ para gerenciar os aluguéis de seus imóveis nem sempre é a melhor opção, pois, devido ao fato de ter que contar com os serviços de um contador para acompanhar a empresa, cria-se uma taxa extra que deverá ser quitada, mensalmente.

Caso a soma dos aluguéis não atinja um patamar adequado, os custos mensais de manutenção da empresa não compensam a baixa renda gerada pelo aluguel, sendo que, nesse caso, o mais vantajoso é possuir o imóvel pela Pessoa Física.

Como você pôde perceber, é possível criar algumas estratégias que lhe possibilitarão pagar menos impostos sobre renda de aluguel, sendo que o que influenciará qual você deve adotar é o volume de seus rendimentos. A melhor maneira de descobrir se vale a pena ou não é procurar o seu contador e estudar estas possibilidades.

Gostou de nossas dicas? Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre esse assunto e se gostaria de mais informações de como uma imobiliária pode facilitar sua vida, entre em contato conosco. Teremos o maior prazer em atendê-lo!